Tiago Barata – Blog de Fotografia e Viagens

Este blog é dedicado a quem gosta de fotografia e viagense para todos aqueles que têm curiosidade de saber a minha visão do Mundo.

Ibéria Agreste

2 comentários

IMG2C_6161_500

O êxodo forçado de milhares de pessoas de uma vida dura nos campos para a esperança de uma vida digna nas grandes cidades, levou ao abandono e muitas vezes ao esquecimento de vastas regiões do interior de Portugal. Este fenómeno foi muito característico no Norte e Centro de Portugal, ainda nos tempos da ditadura do Estado Novo, muitas vezes com a fuga “a salto” e longas caminhadas durante a noite para atravessar a fronteira. Quase sempre como destino final: França.

IMG2C_5972_500

Este fenómeno migratório não foi exclusivo de Portugal e verificou-se igualmente na vizinha Espanha, esvaziando muitas aldeias, por exemplo, de Castela-Leão. Nestas zonas, as migrações massivas de pessoas conduziu a um interessante paradoxo: enquanto as grandes cidades se debatiam (e debatem!) com problemas de sobrepopulação e excesso de poluição, no Interior assiste-se ao recuperar da natureza dos locais outrora ocupados pelo Homem. Uma excelente notícia para a conservação da natureza!

IMG2C_6032_500

Faz hoje um ano que terminava um workshop avançado do fotógrafo António Sá, no qual tive a oportunidade de explorar a zona da Sierra de la Cabrera. As condições agrestes desta serra, com muitos picos acima dos 2000 metros, levaram ao êxodo de grande parte da população, permitindo por exemplo um aumento da população de corços e lobos, que agora até já têm de novo a companhia do urso-pardo ao fim de muitos e muitos anos.

IMG2C_5995_500

IMG2C_5992_500

Esta viagem foi curta, mas memorável! Pela fotografia, pela gastronomia (em particular a carne e cogumelos…afinal também se come muito bem em Espanha!), pelos parques infantis em todas as aldeias (sim, mesmo em todas as aldeias, independentemente da sua dimensão!), mas acima de tudo pelas vivências, pela população que estoicamente luta contra a desertificação, contra o desaparecimento das aldeias do mapa. Na aldeia de Quintanilla aprendemos e muito sobre a história desta região de Espanha com o pastor Paco.

IMG2C_6076_5002

IMG2C_6055_500

IMG2C_6051_500

Na aldeia de Santa Cruz, onde conhecemos os únicos dois habitantes, um deles um acérrimo defensor do lobo ibérico e um genuíno contador de histórias, de “sangue anarquista e republicano de nascença” (como se define).

IMG2C_6582_500    IMG2C_6591_500

Chega a ser inacreditável que ainda não tivesse conhecido esta região! Quem preferir divertir-se na neve aqui fica uma alternativa, com uma procura ínfima comparada com a Serra da Estrela!  IMG2C_6221_500

Anúncios

2 thoughts on “Ibéria Agreste

  1. Muito bom! Fascina-me imenso essa zona de Espanha

  2. Que bom recordar esta nossa saída, Tiago. De tanto passar por ali e de ver as centenas de imagens que lá captei, sabe muito bem revisitar a região pelas tuas palavras e pelo teu olhar. A sensação que tenho é a de estar num sítio onde o tempo parou. Onde os habitantes ja não precisam do relógio para nada. Onde o ritmo e as tarefas se cumprem segundo a posição do sol e o estado do tempo. Acho que a última imagem prova esse imenso silêncio e paz. E nós que lá estivemos, sabemos bem que muito para além dos limites deste fotograma não havia uma só pegada, uma única marca de rodas que não fosse as do carro que nos levou até lá acima. Apenas neve a perder de vista. Temos de lá voltar.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s