Tiago Barata – Blog de Fotografia e Viagens

Este blog é dedicado a quem gosta de fotografia e viagense para todos aqueles que têm curiosidade de saber a minha visão do Mundo.

Cante Alentejano, Património da Humanidade

Deixe um comentário

IMG2D_1882_500

A confiança estava em alta, era apenas uma questão de tempo! O reconhecimento da UNESCO e a decisão de integrar o Cante Alentejano na Lista Representativa do Património Cultural Imaterial da Humanidade.

IMG2D_2134_500

Por isso mesmo, a decisão de escrever este post estava tomada desde que o processo de candidatura foi entregue na UNESCO para apreciação. Quem já teve oportunidade de presenciar e sentir a força do Cante Alentejano percebe do que estou a falar, da inevitabilidade do seu reconhecimento. Tenhamos orgulho do Alentejo e desta tradição de um Povo e do nosso País!

IMG2D_2146_500

As fotos que retratam este post são uma pequena amostra das muitas oportunidades que tive para ouvir, conviver e fotografar grupos de Cante Alentejano, no Alentejo e na recente iniciativa Rota do Cante, em Lisboa.

IMG2D_2005_500

O Cante Alentejano

O Cante Alentejano pertence não só ao património colectivo do Alentejo, como é uma das tradições musicais mais marcantes de Portugal.

As origens do Cante não são fáceis de determinar mas são identificáveis influências dos árabes que permaneceram no Alentejo por mais de 500 anos. Durante décadas esta “voz colectiva do Alentejo” foi transmitida de geração em geração. Hoje em dia, à tradição familiar, junta-se a aprendizagem em algumas escolas.

IMG2D_1912_500

 

IMG_3007-Edit_500

IMG_2965-Edit_500

Nascidas nos campos e nas tabernas, as letras do Cante Alentejano falam da planície seca e quente do Alentejo, do trabalho árduo da agricultura, da miséria, da fome, da repressão fascista, dos santos padroeiros e do amor. A este propósito recomendo a ouvir a arrepiante moda alentejana “Hino dos Mineiros de Aljustrel”, uma simbiose perfeita entre a força e o silêncio, o sentimento expresso em palavras.

IMG2D_2048_500

IMG2D_2123_500

Vive-se actualmente um momento de optimismo, agora reforçado por esta decisão da UNESCO, uma vez que dezenas de grupos amadores, muitos deles formados por jovens, se reúnem regularmente não só no Alentejo, como nos arredores de Lisboa e em diversos países da diáspora para dar corpo e voz ao Cante Alentejano.

IMG2D_2011_500

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s